Últimas notícias

PC prende acusado de estuprar a própria esposa no Pilar

 


Policiais civis da Delegacia do Pilar prenderam, no fim da tarde desta segunda-feira (13), um jovem de 22 anos acusado de praticar crime de estupro de vulnerável contra a própria esposa. De acordo com a autoridade policial do 23º Distrito Policial (DP), a vítima foi abusada sexualmente enquanto estava desmaiada, após ser espancada, fato ocorrido, no interior da residência do casal, e na presença de uma criança de cinco anos.

Em seu depoimento, a vítima, de 30 anos, contou que o marido a espancou com chutes e socos e chegou a quebrar três dentes durante as agressões ocorridas na madrugada do domingo (12). “Ele ainda tentou me esganar e eu acabei desmaiando. Quando acordei estava sem roupas e ele nu deitado ao meu lado. Foi meu filho de cinco anos quem contou que ele havia mantido relações sexuais enquanto eu dormia”, disse a mulher.

O delegado do Pilar, Sidney Tenório, explicou que, no caso, trata-se de crime de estupro de vulnerável, já que a vítima não tinha capacidade de consentir sobre o ato sexual. “O fato de ser ou não marido é irrelevante no crime de estupro. A relação tem que ser consensual. Além do estupro de vulnerável, ele também deve ser indiciado pelo crime de lesão corporal grave”, concluiu.

Foragido da Justiça

Segundo o delegado, tão logo a equipe da Polícia Civil chegou à cidade do Pilar, na segunda-feira, o caso começou a ser investigado e foi constatado que o acusado tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por crime de roubo majorado, o que possibilitou que ele fosse preso.

“Ele não estava mais em estado de flagrância pelos crimes ocorridos no fim de semana, mas por estes (estupro de vulnerável e lesão corporal grave) já representamos pela prisão temporária. Por enquanto ele fica formalmente detido pelo crime de roubo ocorrido em 2019 e pelo qual estava sendo procurado por ter rompido a tornozeleira eletrônica”, explicou Sidney Tenório.

PC/AL


Nenhum comentário