Últimas notícias

Mandante de homicídio é preso em operação da Delegacia de Homicídios de Arapiraca






Equipes da Polícia Civil, da Delegacia de Homicídios de Arapiraca (DHA), sob coordenação do delegado Filipe Caldas, cumpriram, nessa terça-feira (10), mandados de prisão preventiva contra envolvidos em assassinatos em Alagoas e no estado de Pernambuco. 

Uma das prisões, após investigação da própria DHA, foi em função de um homicídio ocorrido dia 29 de junho deste ano, em Arapiraca. De acordo com o delegado o preso tem 23 anos e é o mandante do crime.
“A motivação do crime foi porque a ex-namorada dele foi para a casa de outro rapaz, após uma festa.

 O mandante estava em Jaramataia, mas ligou para o irmão, um primo e um pistoleiro ligado a uma facção criminosa. Os três foram ao local, buscaram a ex-namorada do mandante e executaram a vítima, que era o rapaz que estava com ela, identificado como João Paulo Ribeiro de Santana”, revelou Filipe Caldas.
“Cumprimos mandados de busca nos endereços de todos, sendo feitas apreensões de objetos relevantes às investigações, como smartphone com áudios, mídias e registros de ligações que comprovam o crime. Tudo devidamente autorizado pelo Juízo da 8° Vara Criminal de Arapiraca, inclusive o afastamento de sigilo telefônico e telemático”, frisou o delegado titular da DHA.  

O material apreendido, após análise dos investigadores da DHA, será encaminhado ao Instituto de Criminalística para exame pericial. 
A equipe da Delegacia de Homicídios de Arapiraca continua com as diligências e investigações visando localizar e prender o executor do crime e os dois partícipes, foragidos até o momento.

Outra prisão

Durante a ação policial, houve também cumprimento de mandado de prisão de um homem pelo cometimento de um crime de homicídio qualificado, ocorrido no estado de Pernambuco.
Os policiais civis da DHA cumpriram mandado, expedido pela juíza Priscila Maria de Sá Torres Brandão, da Vara Única da Comarca de Caetés (PE), por meio de Carta Precatória. 
O preso está recolhido no presídio Cyridião Durval, em Maceió.

PC/AL
 

Nenhum comentário